top of page

CONHEÇA NOSSOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

Psico-Oncologia: Transformando o Cuidado com o Câncer através da Ciência

Por Elisa Maria Parahyba Campos, Avelino Luiz Rodrigues & Pablo Castanho


O diagnóstico de câncer não afeta apenas o corpo; ele desencadeia uma cascata de desafios psicológicos e emocionais tanto para o paciente quanto para seus entes queridos. A Psico-Oncologia, uma área interdisciplinar emergente entre a psicologia e a oncologia, oferece uma abordagem holística e baseada em evidências para o tratamento do câncer, reconhecendo a intrincada relação entre mente e corpo. Neste post, exploraremos como essa área está mudando a forma como lidamos com o câncer, com base na pesquisa pioneira realizada por Elisa Maria Parahyba Campos, Avelino Luiz Rodrigues, e Pablo Castanho.


A Essência da Psico-Oncologia:


Originando-se da necessidade de abordar os aspectos psicossociais do câncer, a Psico-Oncologia tem como objetivo melhorar a qualidade de vida de pacientes e seus familiares, abordando o impacto emocional do câncer e fornecendo suporte psicológico. Este campo reconhece a importância de uma abordagem integrada, onde o tratamento médico é complementado por cuidados psicológicos especializados.


Impacto Emocional do Câncer e a Necessidade de Suporte Psicológico:


O impacto emocional do câncer é profundo. Pacientes frequentemente enfrentam medo, ansiedade, depressão e um senso de isolamento após o diagnóstico. A pesquisa de Campos, Rodrigues e Castanho destaca a necessidade crítica de suporte psicológico para ajudar pacientes e suas famílias a navegar por essas emoções desafiadoras, promovendo estratégias de enfrentamento eficazes e melhorando a adesão ao tratamento.


Intervenções da Psico-Oncologia:


A Psico-Oncologia utiliza uma gama de intervenções para apoiar pacientes e famílias, incluindo terapia individual e em grupo, técnicas de relaxamento e mindfulness, e educação sobre o câncer e seu impacto emocional. Essas intervenções são projetadas para fortalecer a resiliência emocional, melhorar o bem-estar psicológico e facilitar uma experiência de tratamento mais positiva.


O Papel da Família e da Rede de Suporte:


Um aspecto central da Psico-Oncologia, conforme enfatizado pela pesquisa de Campos, Rodrigues e Castanho, é o suporte à família. Reconhecendo que o câncer afeta toda a unidade familiar, essa abordagem busca fortalecer a rede de suporte do paciente, fornecendo ferramentas para que familiares e cuidadores possam lidar com seus próprios estresses e oferecer suporte efetivo ao ente querido.


Desafios e Avanços Futuros:


A integração da Psico-Oncologia nos cuidados oncológicos representa um avanço significativo na forma como abordamos o tratamento do câncer. No entanto, desafios permanecem, incluindo a necessidade de maior conscientização sobre a importância do suporte psicológico e a inclusão dessa abordagem como padrão nos planos de tratamento oncológico.


Conclusão:


A Psico-Oncologia oferece uma lente através da qual podemos ver a jornada do câncer de forma mais integrada, tratando não apenas o corpo, mas também a mente. O trabalho de Campos, Rodrigues



e Castanho fornece uma base científica sólida para essa abordagem, apontando para um futuro onde o cuidado oncológico é verdadeiramente holístico. Ao reconhecer e abordar as necessidades psicológicas de pacientes e suas famílias, podemos melhorar não apenas os resultados do tratamento, mas também a qualidade de vida durante e após o câncer.


Este post é baseado no artigo científico "Intervenções Psicológicas na Psico-Oncologia" por Elisa Maria Par clique aqui para acessar o artigo




89 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

Torne-se um Profissional de Alta Performance

Desenvolva habilidades essenciais, aprimore sua gestão de desempenho e resultados, e cultive liderança e gestão de pessoas. Torne-se um profissional de alta performance em qualquer uma de nossas formações.

Obrigado(a)

bottom of page